10 Dicas de Flexibilidade Home // 10 Dicas de Flexibilidade

10 Dicas de Flexibilidade

10 Dicas de Flexibilidade

A flexibilidade é uma qualidade física desejada por muitos que pode ser alcançada com a prática de actividade física.

Qualidade essa que perdemos ao longo da vida se não desenvolvermos com estímulos frequentes.

Muitos alunos desejam desenvolver a flexibilidade para poder executar da melhor forma possível os exercícios.

E, apesar de parecer, não é difícil adquirir flexibilidade.

Convém lembrar que a flexibilidade varia de pessoa para pessoa, além de ser influenciada por uma série de factores como: sexo, actividades diárias, histórico médico, altura, postura…

.

 

1) Muda a Rotina

A falta de flexibilidade provavelmente vem de uma rotina onde não se estimula os músculos e articulações.

Seja por um trabalho inteiramente sentado, seja pela repetição de apenas algumas musculaturas… o facto é que precisamos de estimular todas as áreas do corpo. Não fomos projectados para ficar na frente de um computador durante todo o dia! É aconselhável fazer umas caminhadas ao longo do dia.

.

2) Alongamento para Flexibilidade

De todas as dicas, esta é provavelmente a mais conhecida, mas a que menos se pratica.

Os alongamentos são simples, normalmente feitos em academias ou fisioterapias: estique o músculo e segure de 10 a 30 segundos para expandi-los, fazendo assim, aumentar a flexibilidade.

É importante alongar diariamente!

O tempo médio sugerido é entre 10 a 20 minutos de alongamentos com quatro repetições de cada grupo muscular.

.

3) Foco na Respiração

Devemos inspirar profundamente e expirar completamente, pois dessa forma o nosso corpo tende a relaxar.

Ou seja, quanto maior o relaxamento, maior a nossa flexibilidade.

.

4) Relaxa a Mente

A nossa mente influencia muito nas acções do nosso corpo.

A flexibilidade existe exactamente para ajudar a controlar o nosso corpo através da mente de forma a conhecermos melhor e trabalhar melhor as nossas emoções, o que influencia directamente o nosso corpo físico.

.

5) Aprecia o Momento

É importante prestar atenção a todos os movimentos, concentrar e controlarmos a acção do nosso corpo.

A partir disso, basta apreciar o momento e alcançar a flexibilidade de forma plena e controlada.

.

6) Persistência

Provavelmente esta dica vai parecer óbvia, mas é muito importante frisar que tudo o que fazemos na vida, não vamos sempre conseguir à primeira.

Desta forma, não desanimes caso a tua flexibilidade não aumente no primeiro treino, ou na primeira aula…

Continua a focar-te nos exercícios! Força de vontade e persistência são as palavras chaves.

.

7) Faz os Movimentos Corretos

 

 

Em qualquer série de exercícios, é preciso seguir as orientações correctas para obtermos resultados.

Faz os movimentos e os exercícios correctamente para que a eficácia seja maior e alcança o foco principal, que é uma maior flexibilidade no seu corpo.

.

8) Ouve o Corpo

Este é um ponto muito importante.

Como dito anteriormente, cada corpo funciona de uma maneira e em determinada velocidade, por isso fica de olho nos seus sinais.

Preste atenção a factores como dores e rigidez.

Conhece o teu ritmo e atinje o seu nível de flexibilidade com consciência, sempre sabendo o limite do corpo. Afinal, não queremos ter nenhuma lesão.

.

9) Hidrata-te

O nosso corpo é composto principalmente de água e ela é essencial para a manutenção dos músculos.

Assim, para que a flexibilidade seja atingida de forma eficaz, precisamos que o corpo esteja hidratado, com líquidos saudáveis para funcionar de forma correta.

Lembra-te: água, água de coco e vitaminas são óptimas opções para manter o corpo hidratado.

Esqueça líquidos como refrigerantes e bebidas industrializadas em geral.

.

10) Relaxa

Relaxa!

Sim, mantêm o corpo tranquilo, pois não adianta forçarmos o nosso corpo, mas sim, precisamos recuperá-lo de todos os esforços e cansaço do dia a dia.

Nunca sobrecarregue os músculos, pois será bem difícil conseguir a flexibilidade que deseja dessa forma.

Descansa e relaxa o corpo, e então aplique todas as dicas anteriores.

.

Concluindo…

Estas são algumas dicas de como podemos melhorar a nossa flexibilidade no dia a dia.

Manter uma rotina de exercícios é essencial para atingir esse objectivo.

No entanto, é importante lembrar que é necessário uma mudança de rotina e de comportamento.

Focar a mente em novas situações e inserir pequenas coisas no teu dia-a-dia como copos de água e caminhadas, irá fazer uma diferença maior do que podes imaginar.

 

 

.


Leave a comment

Your email address will not be published.


Post Comment