A Linguagem da Dança Home // A Linguagem da Dança

A Linguagem da Dança

A Linguagem da Dança

.
A dança é um instrumento espectacular e universal, com várias frentes de expressão cultural. O que a torna num assunto que necessita um amplo estudo e pesquisas constantes. 
.
.

A LINGUAGEM DA DANÇA

.
Para o psicólogo Howard Gardner (1943), a dança é uma forma de inteligência cinestética, uma habilidade que possuímos para resolver problemas através do controle dos movimentos corporais. Ao observar coreógrafos, vemos que para terem êxito, eles usam a sua inteligência musical, visual, verbal e interpessoal.
.
Um outro exemplo, é o caso de pessoas com algum tipo de deficiência auditiva, que procuram empregar meios não-verbais para se referirem a coisas que estão espacial e temporalmente afastadas delas. Além disso, quando observamos crianças, percebemos o quanto os seus gestos fornecem indicações do que esta está a pensar, e também dos seus processos mentais e das suas representações. Isto faz nos pensar que quando usamos o nosso corpo inteiro como instrumento de dança, o nosso potencial de comunicação ultrapassa os simples gestos com as mãos.
.
A dança contém sequências de movimentos corporais com um sentido definido, intencionalmente rítmicas, e culturalmente influenciadas, escolhidas de forma muito semelhante à escolha de sequências de linguagem verbal, visual ou musical. Desta forma, compreendemos que a dança possui um vocabulário (passos e gestos), uma gramática (regras para justificar porque é que um movimento vem a seguir a outro), e significados múltiplos, por ser uma forma de arte. As pessoas “lêem” e “escrevem” a dança a partir da perspectiva das suas culturas e experiências pessoais, por isso acreditamos que a arte é tão importante: quanto mais a conhecemos, mais temos matéria-prima para fazer e criar.
.
.

Segundo uma pesquisa, estes são os elementos básicos da linguagem da dança:

 

•  Espaço: tem direcção, nível, amplitude, foco, ordem e forma.

•  Ritmo: tem tempo, duração, ênfase e compasso.

•  Modo: como o corpo é representado na dança.

•  Dinâmica: é a força, energia, tensão, relaxamento e fluxo.

•  Forma: é a relação de quem está em movimento com outra pessoa ou objecto, ou com o espaço.

•  Locomoção: é a forma de se mover de um lugar para o outro, a andar, a correr, a pular, a saltar, etc…

•  Gesto: é o movimento que não tem peso. Como a rotação, a flexão, a extensão e a vibração.

•  Frase corporal: é um grupo de movimentos em sequência que produz uma afirmação específica.

•  Motivo: é uma parte do movimento que pode ser apresentada de formas diferentes (rápido, lento, com mais ou menos força).

 

.
Todos estes elementos podem ser arranjados de forma a constituir diferentes estilos e formas de dança, fornecendo-lhe sentido. Como a dança é uma linguagem, torna-se um meio para educação interdisciplinar. Ela facilita o aprendizado, promovendo criatividade e dando expressão concreta e móvel a conceitos abstractos.
.
 
.
.

Leave a comment

Your email address will not be published.


Post Comment